VIDAS (IN)VISÍVEIS
2020

VIDAS (IN)VISÍVEIS

Acolher. Essa é a palavra que resume perfeitamente o Arsenal da Esperança, casa de acolhimento fundada em 1996 por Ernesto Olivero e Dom Luciano Pedro Mendes de Almeida. Localizado nas instalações da antiga Hospedaria de Imigrantes, em São Paulo, o Arsenal recebe diariamente uma média de 1.200 homens que se encontram em estado de vulnerabilidade.

O documentário conta a origem do Arsenal desde a sua criação em Turim e retrata o trabalho realizado por missionários italianos, justamente no local que foi abrigo e ponto de referência de tantos imigrantes, e palco de sonhos, expectativas, angústias e conquistas de milhões de pessoas de diversas nacionalidades, principalmente italianos.

Em 2020, com o imprevisto da pandemia COVID-19, o Arsenal volta a cumprir também o papel que a Hospedaria de Imigrantes tinha em sua função inicial diante das doenças e epidemias da época. Além do resgate histórico, de depoimentos  sobre a rotina de quem o frequenta, o documentário apresenta depoimentos emocionantes e imagens dos acolhidos no período de quarentena.

“Vidas (in)visíveis – um arsenal de esperança” apresenta não somente o trabalho realizado pelo Arsenal, mas nos convida a refletir sobre acolhida, fraternidade e ajuda mútua.

Direção: Erica Bernardini

Produção: Arteon


Leia a resenha de Erica Bernardini, diretora do festival

Acolher. Essa é a palavra que resume perfeitamente o Arsenal da Esperança, casa de acolhimento fundada em 1996 por Ernesto Olivero e Dom Luciano Pedro Mendes de Almeida. Localizado nas instalações da antiga Hospedaria de Imigrantes, em São Paulo, o Arsenal recebe diariamente uma média de 1.200 homens que se encontram em estado de vulnerabilidade.

O documentário conta a origem do Arsenal desde a sua criação em Turim, norte da Itália. Arsenal porque era um armazém desativado de fabricação de armas da primeira e segunda guerra mundial, que o Ernesto, sua namorada e amigos receberam como doação e assim começou essa história.

O documentário retrata principalmente o trabalho realizado no Brasil por missionários italianos, justamente no local que foi abrigo e ponto de referência de tantos imigrantes, e palco de sonhos, expectativas, angústias e conquistas de milhões de pessoas de diversas nacionalidades, principalmente italianos.

Em 2020, com o imprevisto da pandemia COVID-19, o Arsenal volta a cumprir também o papel que a Hospedaria de Imigrantes tinha em sua função inicial diante das doenças e epidemias da época. Além do resgate histórico, de depoimentos  sobre a rotina de quem o frequenta, o documentário apresenta depoimentos emocionantes e imagens dos acolhidos no período de quarentena.

“Vidas (in)visíveis – um arsenal de esperança” apresenta não somente o trabalho realizado pelo Arsenal, mas nos convida a refletir sobre amor, fraternidade e ajuda mútua.

Assista esse filme e confira toda a programação no site do festival  www.festivalcinemaitaliano.com e na plataforma online do Cine Belas Artes.

Buona visione!

Clique aqui e assista ao depoimento de Erica Bernardini sobre o filme

Movie, TV Show, Filmmakers and Film Studio WordPress Theme.

Press Enter / Return to begin your search or hit ESC to close

By signing in, you agree to our terms and conditions and our privacy policy.

New membership are not allowed.